Cinemas norte-americanos registam mínimos de 23 anos

A indústria do cinema vive atualmente uma espécie de crise de audiência, com números que atingiram mínimos em 2017, encontrando paralelo apenas em 1995. Ainda assim, e graças ao aumento do preço dos bilhetes, as receitas mantiveram-se estáveis, recuando apenas 2%.

Num relatório elaborado pela Motion Picture Association of America (via Variety), descobrimos que foram vendidos menos 1.24 mil milhões de bilhetes no ano passado, uma descida de 6% comparativamente a 2016.

O fenómeno pode ser explicado em parte com o crescimento do chamado “home entertainment”, em particular dos serviços de transmissão como o Netflix. Os gastos com este tipo de entretenimento registaram uma subida de 11%, para os $47.8 mil milhões. As subscrições em particular, subiram 33%.

A história de sucesso em 2018 foi sem sombra de dúvidas Black Panther, filme que recentemente ultrapassou Mundo Jurássico nos resultados de box office doméstico. Se ainda não o fizeram, é uma boa altura para conferirem a nossa análise.


Aníbal Gonçalves é um entusiasta de videojogos, amante de comics e obcecado pelo que acontece numa galáxia muito distante. Podes segui-lo em @Darthyo

Share