Análises

School Girl/Zombie Hunter – Análise

School Girl/Zombie Hunter é o mais recente jogo da Tamsoft no seu relativamente conhecido universo Onechanbara, uma…

Continue reading

LEGO Marvel Super Heroes 2 – Análise

Depois de LEGO Marvel Super Heroes em 2013 e LEGO Marvel’s Avengers em 2016, a Traveller’s Tales e a…

Continue reading

The Elder Scrolls V: Skyrim – Nintendo Switch

E vão oito, oito versões de The Elder Scrolls V: Skyrim que a Bethesda lançou até ao momento. Existem…

Continue reading

Nights of Azure 2 – Análise

A chegada de Nights of Azure 2 é um momento muito especial, pelo menos para aquele pequeno…

Continue reading

Need for Speed Payback – Análise

Depois de um “reboot” com Need For Speed, a Electronic Arts regressa com novo episódio da série, novamente a…

Continue reading

Horizon: The Frozen Wilds – Análise

Horizon: Zero Dawn permanece até agora como um dos meus jogos favoritos de 2017. A Guerrilla Games criou um…

Continue reading

Guardians of the Galaxy: The Telltale Series – Análise

Quando jogámos o primeiro episódio de Guardians of the Galaxy: The Telltale Series, não ficámos completamente convencidos. O jogo ainda…

Continue reading

Sonic Forces – Análise

Depois de Sonic Mania em Agosto, um regresso às origens movido pela nostalgia e desenvolvido por fãs…

Continue reading

DOOM na Nintendo Switch – Análise

DOOM consagrou-se em 2016 como um dos melhores jogos de tiros do ano e conseguiu revitalizar um clássico de…

Continue reading

Hob – Análise

  A Runic Games não é um estúdio que lance muitos jogos, mas já provou que os sabe fazer. Basta…

Continue reading